segunda-feira, 6 de março de 2017

Poder global e redes sociais

Publicado no Facebook em 06/03/2017.

Dizem que o Zuckeberg, dono desse troço aqui, o Facebook, quer fazer de sua rede social o grande poder global, acima dos Estados e daqueles três inventados pelos iluministas: Executivo, Legislativo e Judiciário.

Apesar de saber que só os da "nossa bolha" nos lêem, com base na tal de manipulação por algorítimos, que seleciona o que aparece na "linha do tempo" de acordo com as preferências de curtir, comentar e compartilhar do dono do perfil, ainda uso esta rede social para alguns fins...

O principal: manifestar minha liberdade de opinião política, social, intelectual e cultural.

O segundo: relacionar-me com pessoas com quem tenho afinidades e, não muito (rsrs), com quem não tenho.

O terceiro: entreter-me.

De resto, continuarei a dar minha contribuição à democracia, ainda que limitado por um dos oito homens mais ricos da Terra.

Nenhum comentário: