segunda-feira, 6 de março de 2017

A nova face do capital

No mundo inteiro, o capitalismo escancara suas contradições e cada vez mais deixa de ser o sistema no qual as pessoas se iludiam com a possibilidade de mobilidade (nascer pobre e ficar rico).

Oito homens apenas têm fortuna igual à da metade do resto da humanidade, segundo a Oxfam. No Brasil, seis indivíduos são tão ricos quanto 100 milhões de brasileiros juntos.

E não para por aí. A burguesia capitalista tem dispensado intermediários na condução de seus negócios na política. Na crise do sistema que a enriquece, ela própria quer comandar o Estado, revelando o quanto era mentirosa a ideia de que capitalismo e instituições democráticas andam juntos. Donald Trump nos Estados Unidos, João Doria em São Paulo, o prefeito de Betim, etc.: a burguesia no poder.


E os trabalhadores? Como diria Justo Veríssimo, personagem de Chico Anísio: "Pobre que se exploda!"

De preferência como homem-bomba.

Nenhum comentário: