domingo, 11 de dezembro de 2016

Taiobeiras: 63 anos, por Levon Nascimento

Crédito: Da página do Folha Regional no Facebook.
Como te celebrar, Taiobeiras
Se tu matas teus jovens nas guerras, de violência e de indiferença?
Como te celebrar, Taiobeiras
Se tu és tão irresponsável a ponto de não prevenir água potável para teus filhos?
Como te celebrar, Taiobeiras
Se tu degradas a democracia não te envergonhando da compra de votos?
Como te celebrar, Taiobeiras
Se tu preferes a ostentação de uns poucos ao bem-estar da maioria?
Como te celebrar, Taiobeiras
Se tu te deixas dirigir por ideais de rancor fascista, ao invés da generosidade benévola?

Ainda assim, vou te celebrar, Taiobeiras
Porque tu és a terra humana
Contraditória e terna
Que escolhi para viver
E porque tu, Taiobeiras
Se oportunidades forem construídas
Para teus filhos esquecidos
Tens a possibilidade de mudar...

Desejo-te, minha querida Taiobeiras
Em teus 63 anos de cidade
Como presente
Que tenhas sede de mudança
Tão somente.

Nenhum comentário: