quinta-feira, 2 de julho de 2015

Só jovens pobres serão punidos. Ricos, não!

Se os sistemas judiciário e prisional brasileiro funcionassem de forma justa, igual para todos, até que a redução da maioridade faria algum sentido. Mesmo assim, as estatísticas mundiais a condenam.

Agora, sabendo como é a Justiça no Brasil, tenho certeza de que somente jovens pobres, sem estrutura ou apoio familiar, negros ou favelados serão jogados às masmorras.

Filhos de ricos e da classe média alta continuarão matando no trânsito, incendiando índios em bancos de praças, estuprando domésticas, assassinando em trotes universitários e transportando drogas ilícitas com a certeza da impunidade.

Seus papais têm muito dinheiro para pagar bons advogados e muita influência, muita mesmo, no "establishment" jurídico-estatal.

Enfim, a redução é uma atitude que pode tomar Pôncio Pilatos como padroeiro: "lavei as mãos". Ou o próprio Herodes.

‪#‎ReduçãoNãoÉSolução‬!

Nenhum comentário: