segunda-feira, 16 de março de 2015

Triste sina das mulheres na política brasileira

Triste sina das mulheres brasileiras na política. Em três exemplos:

* Princesa Isabel: assinou a Lei Áurea, que acabou com a escravidão negra no Brasil. Ainda assim, era atacada por ser carola e perdeu a oportunidade de herdar o trono um ano depois de libertar os negros através do golpe militar que proclamou a República.


* Dona Lia, ex-prefeita de Taiobeiras: fez uma administração que priorizou a saúde e a educação, como nunca antes na história do município. Ainda assim, foi vítima de difamação e maledicência. O candidato a prefeito apoiado por ela, para sua sucessão, ficou em último lugar na disputa.


* Dilma Rousseff, 1ª presidenta do Brasil: foi torturada pela ditadura, foi ministra da Casa Civil, criou o Minha Casa Minha Vida, retirou o Brasil do mapa da fome e, em seu governo, o desemprego é o mais baixo da série histórica brasileira. Ainda assim, é vítima de uma implacável campanha de ódio e de manifestações golpistas que podem lhe custar o cargo conseguido na reeleição.


É possível virar este jogo?

Nenhum comentário: