sábado, 21 de março de 2015

O que há em comum entre a Revolução Francesa e o Brasil atual?

Com a Revolução Francesa, o antigo regime de monarquia absolutista da França foi destituído e simbolicamente expurgado com a execução dos reis Luís XVI e Maria Antonieta. Veio o período napoleônico e os ideais revolucionários se impuseram. Ainda assim, com a derrota de Napoleão, ocorreu a restauração monárquica, parecendo que tudo tinha sido em vão. Mas durou pouco. A marcha do "novo" revolucionário terminou por se impor e uma nova e moderna França surgiu. O atraso absoluto fora para sempre sepultado. O momento atual brasileiro é similar, guardadas as devidas proporções históricas e ideológicas.

Com Lula, a bastilha do elitismo foi derrubada. Não por acaso, FHC recebeu o título jocoso de "Maria Antonieta do Planalto". Agora, as forças do atraso tentam uma "restauração de seus antigos privilégios de casta". Mas não durará muito. A marcha da inclusão promovida pelos anos do PT à frente do governo federal se imporá e, mais cedo ou mais tarde, um novo Brasil, mais justo e fraterno, emergirá do meio deste "vale de lágrimas" no qual, ainda, "gememos e choramos".

Nenhum comentário: