quarta-feira, 18 de março de 2015

Festa do ódio no dia 15 de março

Babando de ódio, bradando contra os programas sociais que atendem aos mais pobres, ironizando nordestinos, atentando contra a história do Brasil, pisoteando o sangue dos mártires brasileiros, portando suásticas nazistas, sigmas integralistas e cartazes a favor do feminicídio, defendendo golpe de estado e intervenção militar, esfolando a democracia que, ironicamente, lhes permite tal ato de bestialidade, enforcando bonecos que mimetizam pessoas. Este é o retrato dos atos deste 15/03/2015. Sinto-me tão triste, não por estes movimentos que, apesar dos pesares, demonstram a vitalidade da nossa democracia. Fôssemos uma ditadura, estariam os líderes na cadeia, na tortura, no exílio ou mortos. E os demais enxotados por tropas de choque. Minha tristeza é por conta da decepção. Decepcionado estou com alguns amigos e colegas que se deixam incorporar deste espírito maligno e defendem estas barbaridades anti-civilizatórias. Foram desfiles dos piores pesadelos da alma humana. Sinceramente, não desejo que ninguém, um dia, seja vítima da monstruosidade que estão ajudando a semear.

Nenhum comentário: