domingo, 15 de junho de 2014

O ódio a Lula, Dilma e ao PT

O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva e a atual
presidenta Dilma Rousseff, ambos filiados ao
Partido dos Trabalhadores (PT)
O ódio em relação ao Lula, à Dilma, em particular, e aos petistas, em geral, é porque eles estão criando uma nação onde as pessoas se transformam em sujeitos de direitos. Não mais sujeitos de favores, como antes. Os programas sociais não são esmolas a desvalidos. São a obrigação de um Estado - que sempre serviu "bolsas" vultosas à sua elite - para com o restante de sua população, na tentativa de criar equilíbrio sócio-econômico.

Evidentemente que não se criou o paraíso, nem que tudo esteja às mil maravilhas no Brasil. Há contradições imensas. Nenhum governo é perfeito. Mas, sem dúvida, estes (Lula e Dilma) são os melhores que já tivemos - sem partidarismo na análise, basta que se recorra aos estudos históricos para confirmar. As crises e as dificuldades de qualquer caminhada transformadora se agigantam a cada nova conquista.

O ódio que se ventila em muitos ambientes significa, nada mais, nada menos, que o velho Brasil esperneia buscando impedir que os da "casa grande" cedam lugar aos da "senzala".

Um comentário:

Paulinho Taiobeiras disse...

Levon, ainda hoje eu citei uma postagem sua no facebook, na qual eu concordei com você e ainda achei muito boa a sua observação ao comentar sobre a contradição de pessoas postando fotos em festas, viagens e algumas ostentações e ao mesmo tempo criticando tanto o governo da Dilma. É difícil generalizar, mas desconheço alguém que hoje esteja em piores condições do que a 10 anos atrás, mas estou confiante que a Dilma é igual ao BBB todos criticam, mas na hora H vai ser ibope total.