sábado, 30 de novembro de 2013

Taiobeiras aos 60 (fotografias e informações)


Distrito criado com a denominação de Taiobeiras, pela lei estadual nº 556, de 30-08-1911, subordinado ao município de Rio Pardo. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Taiobeiras figura no município de Rio Pardo. Assim permanecendo nos quadros de apuração do recenseamento geral 01-09-1920, o distrito de Taiobeiras figura no município de Rio Pardo. Pela lei estadual nº 843, de 07-09-1923, o distrito de Taiobeiras tomou a denominação de Bom Jardim de Taiobeiras e foi transferido do município de Rio Pardo para o de Salinas.



Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de Bom Jardim de Taiobeiras (ex-Taiobeiras) figura no município de Salinas. Pela lei estadual nº 88, de 30-03-1938, o distrito de Bom Jardim de Taiobeiras voltou a chamar-se simplesmente Taiobeiras. No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de Taiobeiras (ex-Bom Jardim Taiobeiras) figura no município de Salinas. Assim permanecendo em divisão territorial datada 01-07-1950.



Elevado à categoria de município com a denominação de Taiobeiras, pela lei nº 1.039, de 12-12-1953, desmembrado de Salinas. Sede no antigo distrito de Taiobeiras. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1954. Em divisão territorial datada de 01-07-1955, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 01-07-1960.



Pela lei estadual nº 2.764, de 30-12-1962, é criado o distrito de Berizal e anexado ao município de Taiobeiras. Em divisão territorial datada de 31-12-1963, o município é constituído de 2 distritos: Taiobeiras e Berizal. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1993.



Pela lei estadual nº 12.030, de 21-12-1995, desmembra do município de Taiobeiras o distrito de Berizal. Elevado à categoria de município. Em divisão territorial datada de 1999, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.





Fonte das informações: IBGE.

Nenhum comentário: