sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Literatura: Gabriela, de Jorge Amado

Mais do que ficar na pasteurização da televisão, comecei a ler hoje o livro do "imortal" conterrâneo baiano Jorge Amado (centenário de nascimento neste 2012), Gabriela, cravo e canela, em edição da editora Companhia das Letras.

Estou gostando das primeiras páginas. Depois, postarei aqui no blog uma resenha ao final da leitura.

Nenhum comentário: