segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Operação Grilo: Moção de apoio dos movimentos sociais à PF, MPE e MPF

Nós Movimentos sociais, movimento sindical e sociedade civil organizada, vimos através dessa manifestar nosso apoio a ação da Polícia Federal, Ministério Público Estadual e Ministério Público Federal na ação de prisão busca e apreensão e seqüestro de bens dos envolvidos no processo de grilagem de terras públicas no Alto Rio Pardo.

Desde a década de 70 nossas terras estão sendo roubadas por empresas de eucalipto, fazendeiros e políticos, que invadiram terras devolutas, ou seja, do estado, terras do povo brasileiro, que deveria ser utilizada para realizar a reforma agrária e estimular o estimular o desenvolvimento regional. E o que ocorre na região é o contrário, ao invés de distribuir as terras, concentrou na mão de latifundiários, expulsando agricultores e posseiro, que há décadas estão na região. Para isso os grileiros utilizam de papéis falsos e usam da força contra as famílias.

Com a chegada da mineração o processo vem se repetindo, grileiros estão vendendo as terras da população para as empresas mineradoras a preços muito elevados. Essas mesmas empresas que vem utilizando de má fé com os atingidos, pressionando as comunidades para que assinem autorizações de pesquisa, informam endereço inexistente aos atingidos, violando um dos direitos dos atingidos que é o acesso a informação e participação no decorrer do empreendimento.

Dessa forma esperamos que de fato a justiça tome providencias que beneficie a população em geral. Que as terras retornem para as mãos do estado e seja utilizada para realizar uma reforma agrária eficiente e popular, onde a pequena agricultura que produz 70% da alimentação brasileira seja fortalecida. Exigimos a garantia dos direitos dos atingidos pela mineração, que vem sendo violado na região e dizemos não a essas empresas que querem continuar explorando nossas riquezas sem gerar nenhum tipo de desenvolvimento para o Alto Rio Pardo.

Por isso gritamos NOSSAS TERRAS, NOSSAS ÁGUAS, NOSSOS RIOS, NÃO SE VENDEM,
NOSSAS TERRAS, NOSSAS ÁGUAS, NOSSOS RIOS SE DEFENDEM!

Taiobeiras 23 de setembro de 2011,

MAB - Movimento dos Atingidos por Barragens

MASTRO: Movimento da Articulação dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Organizados do Alto Rio Pardo

TCARP: Território da Cidadania Alto Rio Pardo
_____________________________________________________________
Moisés Borges de Oliveira
(38) 9153-3930 TIM (38) 9951-3266 VIVO
Movimento dos Atingidos por Barragens/ MAB - MG
20 Anos de Lutas e Conquistas! Água e Energia são pra Soberania!
_____________________________________________________________
Secretaria ExecutivaTerritório da Cidadania Alto Rio PardoRua São Romão, 195 Centro - Taiobeiras/MGCEP 39.550-000Telefone: (38) 9197-2625, 9945-5350 searp2008@gmail.com

Um comentário:

alexandre disse...

PARABÉNS,CONTINUE SEMPRE COM ESSA FORÇA,ESTAMOS JUNTOS NESSA LUTA,TAMBÉM NÃO PODEMOS DE ESQUECER DAS COOPERATIVAS DE RIO PARDO QUE TAMBÉM GRILOU DE TERRAS ESSES TAMBÉM TEM DE IR PRA CADEIA