sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Lugares: Feirinha do Morro (Condeúba - BA)

Bem no dia de Natal (25/12/2010), eu passei por este vilarejo chamado Feirinha do Morro, no município de Condeúba, sudoeste baiano. Até aí nada especial. Parece um como tantos outros do interiorzão do Brasil. Mas para mim, conta um bocado. Nas várias histórias que cresci ouvindo, meu padrinhos sempre falaram (e falam) que iam a este lugar, no domingo (isto mesmo, no domingo) "fazer" a feira e encontrar os conhecidos. Além de comprar, também iam vender as "coisas da roça" por eles produzidas. Tinham acesso "às novidades" do mundo ali.

A rigor, a Feirinha, como é chamada, nada tem de especial. Pelo contrário, parece que parou no tempo. Estando lá, a não ser pelos carros com placa de São Paulo (migração!), antenas parabólicas e cobertura de zinco do galpão onde acontece a feira dominical, tem-se a impressão de estar na década de 40 do século passado, sem brincadeira.

Mas compartilho com vocês, justamente por fazer parte da memória coletiva, afetiva e histórica do meu povo. Quantas memórias, de nossos pais e avós, também contadas em nossa infância não poderiam ser resgatadas com visitas às "feirinhas" da vida?

Ah, o nome Feirinha do Morro provavelmente se deve à feira popular já mencionada. Também ao fato do vilarejo ficar próximo daquele Morro de Condeúba, do qual já falei aqui no blog e que, até o início desta semana, era a imagem de topo deste blog. Agora está lá no rodapé. Confira.

< Veja também a Feirinha do Morro no Google Mapas:

3 comentários:

Daiana disse...

Talvez o especial da "Feirinha", como puramente costumamos chamá-la, seja o fato dela esta justamente perdida no tempo...a simplicidade é sempre o mais especial das coisas.

RICHARD W ROBERTT disse...

MEU AMIGO BLOGUEIRO: ESTAMOS PROCURANDO A FAMILIA DE UMA SENHORA DE NOME IRACI DUTRA CAMPOS, NATURAL DE CONDEÚBA - BA, FILHA DE ARISTIDES DUTRA CAMPOS E ROSA MARIA DUTRA, INTERNADA EM FACE TERMINAL NO HOSPITAL ERMELINO MATARAZZO EM SAO PAULO, ELA NASCEU 26/09/1942.
SE ELA VIER A FALECER VÁ SER ENTERRADA COMO INDIGENTE, PORQUE NINGUEM DA FAMILIA APARECEU APOS O INCENDIO NA CASA DELA.
GOSTARIAMOS SABER SE VCS CONHECEM ALGUM FAMILIAR QUE POSSA TOMAR CONTA DOS PERTENCES DELA DA MESMA FORMA DAS COISAS LEGAIS PARA O POSSIVEL SEPULTAMENTO
MEU CONTATO É 11-3462.9896, restaurantecia@hotmail.com, RICHARD W.ROBERTT, AV. CAITITU, 1374, SAO PAULO, SP - CEP 08223-000

Anônimo disse...

Parabens levon por resgatar o passado, pois quem não cultiva o passado certamente não tera um futuro. caro amigo como vc tbm estou a procura do passado, talvez o mesmo que vc encontrou, por acaso vc ja ouvir falar em condeuba da FEIRINHA DE NECO, pois meus pais falavam dela, sera que é a mesma FEIRA DO MORRO, pois a descriçao que vc faz e a mesma que meus pais faziam ... vc ja ouviu falar em feirinha de neco, meus pais ja falecidos ha decadas são de Condeuba e sairam dai na decada de 40, Manoel Marçal e Maria Rosa dos Santos, se alguem tiver alguma infotmaçao sobre minha familia agradeço


Abraços FIDELCINO MARSAL