domingo, 24 de outubro de 2010

#NaRuaComDilma na zona rural de Taiobeiras

Atendendo à mobilização nacional pela vitória da candidata Dilma Rousseff à Presidência do Brasil, convocada pelo Partido dos Trabalhadores para este domingo, 24 de outubro de 2010, estive à convite da coordenação da Comunidade Eclesial de Base de Covão, na zona rural de Taiobeiras, orientando um discernimento sobre o melhor projeto político para as parcelas populares e pobres do Brasil, a ser decidido no segundo turno das eleições presidenciais.

Foi bonito ver a disposição das mulheres da comunidade, defendendo maior participação feminina na política e a eleição da primeira mulher para a presidência da República do Brasil.

Apresentei dados comparativos sobre os Governos Serra/FHC e Dilma/Lula. Os dados são incontestes de quanto o governo petista avançou na melhoria geral da qualidade de vida da população, especialmente dos mais pobres. As pessoas que me ouviam enquanto eu apresentava as informações iam contribuindo com mais exemplos de como a vida delas melhorou nos oito anos do Governo Lula/Dilma.

Ao final, a própria comunidade se comprometeu em defender, apoiar e divulgar o programa da candidata Dilma, como livre manifestação do povo, a fim de manter e avançar nas conquistas sociais já garantidas pelo Governo do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A experiência de ir até as comunidades, a convite delas próprias, para falar do melhor projeto para o Brasil, revela o quanto a população "de baixo" está consciente dos seus interesses e do valor de defendê-los neste histórico momento eleitoral do Brasil.

Leia mais e divulgue:
Entrevista com Frei Betto, na Folha
Mapeando a armação da bolinha
Mapeando a armação da bolinha 2
Dilma sobre as acusações do final de semana
O apartamento de Paulo Preto
Cordel do Vento Encantado (lindo!)
Eleições 2010: esclarecimento oportuno para indecisos
Entre Serra e Dilma: o que está em jogo?

Continue combatendo os boatos e as mentiras contra a Dilma. Temos uma semana pela frente até a vitória eleitoral. Depois recomeça a luta pela vitória dos interesses dos "pequenos".

Nenhum comentário: