sábado, 1 de maio de 2010

"Time" prestigia Lula. Oposição à beira de ataque de nervos

Por Valéria Borborema, jornalista montes-clarense, em seu blog Apenas uma ideia, só isso...
A oposição ficou em polvorosa assim que soube de lista da prestigiadíssima revista "Time", que elegeu as cem personalidades mais influentes do mundo e que colocou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no topo.
Há duas versões em circulação na mídia brasileira. A primeira, e mais confiável, é a confirmação do prestígio do líder brasileiro, em destaque no site da revista CartaCapital e no blog do Luís Nassif.
Coube ao cineasta norte-americano Michael Moore escrever o perfil de Lula, que "tem lições a dar aos Estados Unidos. “A grande ironia da presidência de Lula – ele foi eleito para o segundo mandato em 2006 e servirá até este ano – é que enquanto ele tenta impulsionar o Brasil para o Primeiro Mundo com programas sociais como o Fome Zero, destinado a acabar com a fome, e planos para melhorar a educação disponível à classe trabalhadora, os EUA se parecem a cada dia mais com o Terceiro Mundo”. Moore disse que a concentração de renda nos Estados Unidos está aumentando e ameaça deteriorar a condição econômica dos mais pobres. “Nós, nos EUA, em contraste onde a população 1% mais rica detém mais riqueza financeira do que o conjunto dos 95% mais pobres, estamos vivendo em uma sociedade que está rapidamente se tornando parecida com o Brasil”".
A segunda versão, e menos confiável, circula em larga escala nos grandes jornais on line. O JB On line, por exemplo, perde-se em explicações. "O presidente Luiz Inácio Lula da Silva encabeçava a lista de personalidades com maior influência do mundo, segundo um ranking publicado quinta-feira pela revista Time, incluindo o número 1 estampado ao lado de seu nome na edição online. Mas a revista, ao tomar conhecimento de que a notícia circulava amplamente pela internet, negou que houvesse um ranking. Ao ser incitada a explicar o porquê da numeração, decidiu, então, modificar a página. No fim da tarde de quinta-feira (horário de Brasília), o número 1 foi retirado. Mesmo negando que Lula ocupava o primeiro lugar – à frente do presidente dos EUA, Barack Obama – a Time deu destaque ao brasileiro, publicando um comentário escrito pelo cineasta e documentarista Michael Moore."
Enquanto a Folha On line preferiu destacar o ex-presidente Bill Clinton. "Segundo a "Time", na categoria das pessoas que podem ser consideradas heróis, há acadêmicos que "fingem ser próximos ao povo", e populistas que "desejam se passar por estudiosos", mas ninguém consegue um equilíbrio "tão perfeito" entre "razão" e "emoção" como Clinton. A lista da revista, dividida em quatro categorias principais --líderes, heróis, artistas e pensadores-- colocou Clinton entre os 25 heróis mais influentes do ano, ao lado de pessoas como o líder iraniano Mir Hossein Mousavi, candidato à Presidência em seu país e o bombeiro Karls Paul-Noel, que assim como outros integrantes do grupo elencado pela "Time", atuou nos esforços emergenciais dos EUA no Haiti após o terremoto que destruiu o país."
E Lula???? Bem, a Folha não se furtou a comentar o prestígio do presidente operário. "A lista da publicação que anualmente elege as cem pessoas mais influentes do mundo colocou ainda o presidente Luiz Inácio Lula da Silva na lista dos 25 maiores líderes do ano."
Políticos da oposição espernearam, tentaram desqualificar a publicação, choraram... .... .... .
Foto: corneliodigital

Um comentário:

Eduardo Madureira disse...

Arthur Virgílio vai surtar mais ainda... hehe!
Dilma neles...