sábado, 3 de abril de 2010

Artigo do Levon: Homem assassinado pelos romanos na sexta é visto vivo na manhã de domingo

* Levon do Nascimento (ao final da reflexão da quaresma de 2010, na alegria da Páscoa do Senhor Ressuscitado. Aleluia!)

É verdade. Trata-se de um tal Jesus de Nazaré, um carpinteiro sem casa e lugar certo para viver, que anda cercado de gente pobre: uns pescadores, uns cobradores de impostos, umas mulheres - algumas delas adúlteras, outras prostitutas -, alguns que eram cegos e dizem ter sido curados por ele, outros que eram loucos-endemoniados e que afirmam ter encontrado a razão. Enfim, um cara meio esquisito, envolvido com gente sem muita expressão na sociedade, mas que se dizia filho de Deus. Alguns até, messiânicos como só, acham que se trata daquele nominado nas escrituras antigas, o que veio para libertar nosso povo do domínio dos estrangeiros. Bem, ele foi julgado culpado de blasfêmias na última sexta-feira e crucificado pelos romanos junto com outros bandidos. Às pressas, o sepultaram no mesmo dia, pois o sábado já ia começar.

O estranho é que corre por toda a cidade que ele foi visto vivo, conversando primeiro com algumas mulheres que o seguiam, depois com alguns de seus discípulos. Ninguém está entendendo nada. Onde que um sujeito como aquele, sem eira nem beira, que vivia cercado do pior tipo de gente, seria de fato um enviado de Deus?! Só pode ser coisa de quem não tem o que fazer ou então de baderneiros subversivos.

Passado algum tempo...

Ah, e a onda estranha continua... dizem também que ressuscitou um certo Pedro, pescador, que era seguidor do Nazareno. Ele também foi pregado numa cruz, só que de cabeça para baixo, mas está vivo e liderando o grupo dos seguidores daquele que eles creem ter ressuscitado do mortos.

Dizem que também está viva uma mulher chamada Maria, a mãe do Nazareno crucificado. Os seguidores dele a chamam de mãe.

Vivo também está um sujeito agora conhecido como Paulo, que antes até que tinha juízo e perseguia os seguidores do Nazareno, mas depois ensandeceu e passou a divulgar ensinamentos em nome do mesmo.

E tem mais... um tal de Francisco, da cidade de Assis, deixou para trás toda a herança e a riqueza de seu pai para viver em trapos e passando fome, por causa do Nazareno que dizem ter ressuscitado.

Outro redivivo é um bispo de El Salvador, chamado Oscar Romero. Ele foi morto pelos militares de seu país e dos EUA por defender aquele povo subdesenvolvido da América Latina. Olha só, dizia que aquela "raça" de índios e negros tem estampada na cara o rosto do Nazareno.

E fiquei sabendo ainda que uma mulher de nome Dorothy Stang também está viva. Ela era uma freira idosa que falava mal dos homens que só trazem o progresso para a Amazônia. Não entendo, pois ela foi morta com razão ao se meter onde não era chamada, tentando impedir o progresso e a livre iniciativa dos homens de negócios. Como é que pode estar viva agora?

Sei não. Este Nazareno deve ter alguma coisa de especial. Quem ouve falar dele e se associa ao seu grupo, ganha uma força e tanto. Tem tanta coragem que não se importa em morrer por conta dele. Dizem que ele lhes trará a vida de volta. Pelo visto, trás mesmo! Estou começando a achar que tudo o que disseram sobre este tal Jesus deve ser mesmo verdade. Onde será que posso encontrá-lo?

Um comentário:

Anônimo disse...

Paz e alegria! Feliz Páscoa meu Irmão! Dia primeiro de Julho estarei sendo enviado em Missão para a Amazônia, Diocese de São Gabriel da Cachoeira (Amazonas),
Fronteiras com Venezuela e Colômbia. População 95% indígena. Ficarei por 3 anos. O motivo da missão é o mesmo que levou algumas pessoas da sua menssagem
a seguir um Certo homem que morreu na sexta-feira e apareceu vivo no domingo. Parabens, linda menssagem.

Pe. Eliezer (Diocese de Janaúba - MG)