terça-feira, 23 de março de 2010

Pai Nosso dos Mártires

Quaresma é preparação para a Páscoa de Cristo. É um tempo todo especial de reviver a memória dos Mártires de ontem e hoje. Tempo de celebrar a esperança, a loucura e a coragem dos que acreditaram e acreditam na Ressurreição, não tendo medo de entregar a própria vida em favor dos irmãos, na comunhão eterna com o Cristo Libertador.


Pai Nosso dos Mártires
(Cirineu Kubn)

Pai nosso, dos pobres marginalizados
Pai nosso, dos mártires, dos torturados.
Teu nome é santificado naqueles que morrem defendendo a vida,
Teu nome é glorificado, quando a justiça é nossa medida
Teu reino é de liberdade, de fraternidade, paz e comunhão
Maldita toda a violência que devora a vida pela repressão.
O, o, o, o, O, o, o, o

Queremos fazer Tua vontade, és o verdadeiro Deus libertador,
Não vamos seguir as doutrinas corrompidas pelo poder opressor.
Pedimos-Te o pão da vida, o pão da segurança, o pão das multidões.
O pão que traz humanidade, que constrói o homem em vez de canhões
O, o, o, o, O, o, o, o

Perdoa-nos quando por medo ficamos calados diante da morte,
Perdoa e destrói os reinos em que a corrupção é mais forte.
Protege-nos da crueldade, do esquadrão da morte, dos prevalecidos
Pai nosso revolucionário, parceiro dos pobres, Deus dos oprimidos
Pai nosso, revolucionário, parceiro dos pobres, Deus dos oprimidos
O, o, o, o, O, o, o, o

Pai nosso, dos pobres marginalizados
Pai nosso, dos mártires, dos torturados.


Nenhum comentário: