quinta-feira, 4 de março de 2010

Aeciolândia: R$ 1,69 bilhão para a côrte e nada para o povo

O Governador Aécio Neves, do PSDB, inaugurou hoje o complexo chamado de "Cidade Administrativa de Minas Gerais", em Belo Horizonte, onde ficarão reunidas a sede do Governo Estadual e todas as Secretarias de Estado. Uma obra inicialmente orçada em torno de meio bilhão, mas que acabou gastando quase R$ 2 bilhões e que levará 18 anos para ter o custo compensado, de acordo com o jornal Folha de S. Paulo. Veja o link da matéria aqui.

Enquanto isto, a educação de Minas Gerais - as escolas caindo aos pedaços e os salários vergonhosos do professorado - vai de ruim a pior ainda, causando um verdadeiro escândalo: gastos com o luxo da côrte e cortes naquilo que pode transformar o futuro de nossas crianças e adolescentes.

Aécio, um político "jovem", porém voltado para o "passado". Não custa lembrar que o mesmo tipo de gasto exorbitante, a construção do Palácio de Versalhes pelo rei Luís XIV no início do século XVIII, levou a França à grande revolução que acabou com o poder absolutista dos Bourbons. Oxalá que o mesmo ocorra nos Gerais de Minas.


Nenhum comentário: