domingo, 21 de fevereiro de 2010

O tempo, a história, o aniversário

Em minha opinião, uma das características humanas mais marcantes, é a capacidade de criar nomenclaturas que distinguem o movimento do cosmos – o tempo – em unidades que variam em diversidade e tamanho, como as gigantescas eras geológicas e os ínfimos milésimos de segundo. Mais impressionante ainda, é a competência humana em preencher essas nomenclaturas com significados e compreensões derivados das ações e dos acontecimentos históricos, por ela mesma engendrados.

Infelizmente, nem todos os seres humanos contribuem para fazer o tempo histórico melhor de se viver. Mesmo assim, a historicidade dos homens e das mulheres transforma a natureza e a própria existência desses seres criados “à imagem e semelhança de Deus” numa dinâmica voltada para a esperança na eternidade. Tudo que fazemos, mesmo ignorantes sobre o futuro, é voltado para a perpetuação daquilo que gostamos ou amamos. Pelo menos é assim para a maioria. Isto é, ação histórica.

É inserido neste movimento da História humana, à qual fui chamado (vocação) ao serviço dos meus semelhantes através da Voz do Criador, que hoje (21/02/2010) completo um tempo de vida equivalente a 34 voltas do Planeta Terra em torno da estrela chamada Sol. Agradeço a Deus pelo convite e pela estadia. E coloco-me à disposição dele e da humanidade para continuar por aqui até quando for necessário, “clamando no deserto dos corações e preparando os caminhos do Ressuscitado, até que Ele volte para trazer a justiça e o perdão”.

Pelo especial que é a data, faço de uma só vez uma confissão e um pedido: “Acredito, Senhor, mas aumenta ainda mais a minha fé!”

Assim seja!

Nenhum comentário: